Resenha da série: How to get away with murder

Primeiro episódio: 25 de setembro de 2014
Número De Temporadas: 3
Emissora original: American Broadcasting Company
Criador: Peter Nowalk
Prêmios: Prêmio Emmy do Primetime: Melhor Atriz em Série Dramática.
Sinopse 1ª temporada: A serie se desenvolve ao redor da vida pessoal e profissional de Annalise Keating, uma advogada de defesa criminal proeminente. Também professora de direito na universidade de Middleton, na Filadelfia. Annalise seleciona cinco dos seus melhores alunos para trabalharem com ela em seu escritório: Wes Gibbins, Connor Walsh, Michaela Pratt, Laurel Castillo e Asher Millstone. Quando Annalise vê que sua vida pessoal e profissional começa a entrar em colapso, ela e seus alunos se vêem envolvidos, involuntariamente, em uma trama de assassinatos.

MATT MCGORRY, KARLA SOUZA, AJA NAOMI KING, ALFRED ENOCH, JACK FALAHEE, VIOLA DAVIS, LIZA WEIL, BILLY BROWN, CHARLIE WEBER

Que tal se tornar um estudante de direito e acabar envolvido em assassinatos “sem querer querendo”? Isso mesmo, melhor limpar todas as evidências e dar um jeito de adulterar a cena do crime, ou então, bye bye.

HTGAWM é uma série de drama-mistério produzida pelo canal ABC e vou te contar, prende você do inicio ao fim com os malditos mistérios. Nunca fui muito fã de series policiais ou que incluam a área do “direito”, mas tomada por uma indicação de um amigo acabei sendo persuadida e em três dias conclui as duas temporadas disponíveis na netflix. (por mais amigos com poder de persuasão e bom gosto,please).

Screenshot_20170715-232305.png

A serie vai nos envolvendo com vários mistérios ou poderia dizer “sub-mistérios”? pois um mistério leva a outro e por aí vai, você irá ficar se questionando o tempo todo e tudo que você quer saber é “O que aconteceu?” “Quem matou?” “ele ou ela?” “O que diabos eles estão fazendo?”, então é bom preparar a ansiedade e deixar a serie tomar conta.

A primeira temporada baseia-se principalmente no assassinato de uma jovem que foi colocada numa caixa d’água e esse caso acaba afetando a vida de praticamente todos os protagonistas, caso que vai sendo explicado aos poucos com a ajuda de flashbacks. Mas de todo modo, só descobrimos o que realmente aconteceu lá pelos últimos episódios e mesmo assim a trama se sustenta, enquanto isso só temos alguns fragmentos do acontecimento a cada episodio e conhecemos mais dos cinco estudantes. Esses cinco estudantes com suas características muito distintas são escolhidos por Annalise para trabalhar em seu escritório, poderíamos dizer que é  isso que chamamos de tragédia disfarçada de benção.

Poderia ser só simplesmente uma serie comum, uma advogada que atende seus clientes, nos apresenta sua vida e só, mas ainda bem que não é, a série é um complexo emaranhado de histórias que causam coceirinhas de curiosidade o tempo todo.

Abrindo espaço pra falar da fabulosa atuação da Viola Davis (Annalise Keating), claro. Nós vemos uma advogada impetuosa, capaz de tudo para defender seus clientes. Há momentos em que você vê sangue em seus olhos, também há momentos que você se questiona o quanto gosta dela, mas acredite, ela é invejável. Ela é forte, corajosa, manipuladora, inteligente, ardilosa? sim, mas por trás de toda a pose durona nós conseguimos enxergar o emocional da personagem, os seus conflitos internos a sós.

A serie também ganha pontos ao conseguir retratar uma gama de assuntos “polêmicos” que muitos fecham os olhos, assuntos como o racismo e o estrupo, além de ser uma serie onde claramente podemos notar o riquíssimo quadro de personagens, temos três protagonistas negros, protagonistas homossexuais, tridimensionais  e até uma garota mexicana. Então,  é um show de REPRESENTATIVIDADE. E isso falta em muitas séries.

Se você está afim de dar um passeio com personagens complexos, cenas de crime, reviravoltas, sexo e um drama nada básico, sugiro que comece logo.

Sobre a segunda temporada? Só fiquem com essa.

Screenshot_20170715-232715

E foi! hahaha Um HINOOO de série!

Beijos.

 

 

Resenha do filme: Mulher-maravilha

Data de lançamento: 1 de junho de 2017 (2h 21min)
Direção: Patty Jenkins
Elenco: Gal Gadot, Chris Pine, Connie Nielsen mais
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia
Nacionalidade: EUA

SINOPSE :

Antes de se tornar Mulher-Maravilha, ela era Diana, princesa das Amazonas, treinada desde cedo para ser uma guerreira imbatível. Criada em uma paradisíaca ilha afastada de tudo, Diana descobre por um piloto americano acidentado que uma guerra sem precedentes está se espalhando pelo mundo e, certa de que pode parar o conflito, decide deixar seu lar pela primeira vez. Travando uma guerra para acabar com todas guerras, Diana toma ciência do alcance de seus poderes e de sua verdadeira missão.
mulhermaravilha.jpg
 

Gal Galdot nos entrega a mais nova versão da super-heroína consagrada nos quadrinhos da DC Comics. Agora, como de se esperar, o filme conseguiu se tornar um dos sucessos de bilheteria e conquistar uma legião de fãs, abrindo espaço para uma pauta muito importante que é a representatividade feminina (queira você ou não), depois do fracasso de Esquadrão suicida (eu, por exemplo, achei que fizeram auê pra nada) finalmente a DC Comics produziu uma adaptação que está no páreo com a Marvel desde Batman-o cavaleiro das trevas, claro.

O filme inicia-se de forma sutil, é nada mais nada menos que a origem de tudo, uma volta ao passado. A pequena Diana princesa das Amazonas que sonha em se tornar uma destemida amazona e por isso entra em treinamento.

Anos mais tarde, Diana socorre um piloto de avião, o espião britânico Steve (Chris Pine) que cai na costa da ilha isolada onde ela e as outras amazonas vivem. Diante disso, Diana toma conhecimento da Primeira guerra mundial e é nesse contexto que tomada por um altruísmo (sem tamanho) ela decide que irá com Steve para o campo de batalha e acabará com a guerra.

Sem muito me ater ao enredo do filme, é incrível ver como Patty Jenkins soube trabalhar o protagonismo heroico da personagem sem ser esnobe ou forçado, Diana consegue capturar sua empatia de cara e fazer você enxergar como ela é forte e determinada. Claro que o filme se rendeu ao romance, mas de forma muito sensível e não querendo fazer da personagem um simbolo sexual. As cenas de combate são em sua maioria “maravilhosas”  e o filme conta com várias delas, o fato de acontecerem quase que todas na luz do dia favoreceu bastante para que as cenas fossem empolgantes e nada confusas, até mesmo na batalha final que acontece à noite, a iluminação foi muito bem colocada. E como as atitudes de Diana falam por si só, é um espetáculo.

Atendo-se ao seu carisma e inocência, Diana trás uma heroína cheia de coragem e otimismo, que mostra que o mundo pode sim ser um bom lugar e que há esperança no amor, no coração humano.

Não é atoa que o filme tem feito um menininho pedir ao pai o “tênis da mulher-maravilha” ou,  outra criança querer trocar o tema da festa de aniversário de ultima hora, aliás é a mulher-maravilha, né? E quem não quer ter a mulher-maravilha por perto? ou melhor, quem não quer ser uma mulher-maravilha?

 

 

05 filmes na netflix- part.02

Heyhey!

Sou uma péssima pessoa pra dar continuidade a tags ou projetos, mas estou aqui de volta para indicar mais 5 filmes que vi na netflix e que gostei.  Hoje vou fazer diferente, apenas romances. Okay? Lembrando que todo mundo tem um gosto diferente, né? Mas, sério, creio que irão gostar deles.

01- EQUALS (Quando eu te conheci)

Odiei mil vezes esse titulo brega que colocaram, mas o original é EQUALS tá? Enfim. O filme é a história de uma sociedade distópica onde o amor é considerado uma doença, sentir é considerado uma doença. Óbvio que tem um casal que se apaixona e vive o famoso drama de serem descobertos (e são), mas sem spoiler. Assistam o filme.

02- The choice (A escolha)

Baseado no livro do Nicolas Sparks, ou seja, choroso. Um romance leve e que vai te fazer dar muita risada também, são personagens divertidos de ver em cena, e você poderá tirar lições de vida gigantescas.

03- One day (Um dia)

Também baseado em livro, um dia é um daqueles filmes apaixonantes e que trata sobre amizade e amor, além de fazer a gente se questionar sobre nosso desperdício de tempo e do valor que damos as pessoas que realmente importam em nossas vidas.

04- If I stay (Se eu ficar?)

Um filme inocente. Sobre uma daquelas paixões avassaladoras na adolescência. De que quando o amor vem, não importa as diferenças. E quando você está feliz, bem, de repente, tudo pode mudar… Baseado em um livro também.

05- Ligados pelo amor

Um romance em familia hahah, a gente vê caso de amor mal resolvido entre marido e mulher separados. Caso de amor de uma garota que não acredita no amor e caso de amor do irmão dela que é vive um amor platônico.

 

Resenha da serie: Black Mirror

Criado por Charlie Brooker (2011)
Com Madeline BrewerBryce Dallas HowardMackenzie Davis mais
País Reino Unido
Gênero DramaFicção científicaSuspense
Status Em produção
Duração 60 minutos

Sinopse: Uma espécie de híbrido entre “The Twilight Zone” e “Tales of the Unexpected”, Black Mirror explora sensações do mal-estar contemporâneo. Cada episódio conta uma história diferente, traçando uma antologia que mostra o lado negro da vida atrelada à tecnologia.

Black mirror não é série de terror, mas chega a causar medo. Te deixa pertubadinha. Confesso que de início torci meu nariz pra série, achava que era mó chatona ou cheia de efeitos especiais (coisa que não sou tão fã), mas tá bom, engoli minha própria língua.

Comecei a série ontem e terminei ontem mesmo, ela só tem 13 episódios tá? É tipo uma Stranger things da vida (então, dá um desconto pro meu vicio).

Black mirror trata de nada mais nada menos que a estupidez humana diante da tecnologia, não raro de se ver hoje em dia, né? Porém, a série coloca personagens em situações bizarras (o primeiro episódio já começa assim) e nos faz refletir sobre o nosso vício, consegue ser cômico e triste ao mesmo tempo. E quando a gente se torna escravo (dependente) por que vai na modinha? Ou mesmo porque não consegue mais ter opinião própria? Acabamos sendo levados e nem percebemos.

Mas, um dos meus episódios favoritos (todos são bons, ok?) , é o primeiro episódio da terceira temporada. Já pensou viver em um mundo onde você é avaliado de 1 á 5 estrelas? Onde avaliam suas fotos, seu comportamento, seu tom de voz? etc etc… Quanto menos estrelinhas você tiver, menos as pessoas querem ficar próximas de você. Nada de promoção no trabalho, nem desconto no apartamento que deseja, nada de ser convidada pra eventos (nem mesmo da amiga de infância, aliás ela é uma 4.8 e você? Uma 3.2?) é sem dúvidas cômico, e o pior é que isso pode até ser um futuro próximo.

2048x1536-fit_souriez-notes

Mas, a mensagem foi passada de forma bem clara. Não são os computadores, celulares, a internet ou qualquer coisa do tipo a nossa maior ameaça, somos nós mesmos. Nós que temos o poder de controlar, mas por motivos de imperfeição humana, somos os controlados.

Black mirror não é um clichê que vem pra falar mal da tecnologia e mimimi, mas sim nos alertar de forma nada positiva em seus enredos, como estamos se tornando cada vez mais preocupados com atenção. Precisamos estar conectados 24 horas por dia, postando sobre tudo e especulando a vida do outro (a mídia que o diga, né?).

Esquecemos do simples, de viver o real pra ficar no nosso mundo de fantasia virtual.

FILMES: Melhores lançamentos de 2017 Part. 02

Hoje vou continuar o post do outro dia, citando mais alguns dos filmes  lançados em 2017.

LIGA DA JUSTIÇA

Impulsionado pela restauração de sua fé na humanidade e inspirado pelo ato altruísta do Superman (Henry Cavill), Bruce Wayne (Ben Affleck) convoca sua nova aliada Diana Prince (Gal Gadot) para o combate contra um inimigo ainda maior, recém-despertado. Juntos, Batman e Mulher-Maravilha buscam e recrutam com agilidade um time de meta-humanos, mas mesmo com a formação da liga de heróis sem precedentes – Batman, Mulher-Maraviha, Aquaman (Jason Momoa), Cyborg (Ray Fisher) e The Flash (Ezra Miller) -, poderá ser tarde demais para salvar o planeta de um catastrófico ataque.

HOMEM-ARANHA: DE VOLTA AO LAR

 

Depois de atuar ao lado dos Vingadores, chegou a hora do pequeno Peter Parker (Tom Holland) voltar para casa e para a sua vida, já não mais tão normal. Lutando diariamente contra pequenos crimes nas redondezas, ele pensa ter encontrado a missão de sua vida quando o terrível vilão Abutre (Michael Keaton) surge amedrontando a cidade. O problema é que a tarefa não será tão fácil como ele imaginava.

 

TRIPLO X REATIVADO

Xander Cage (Vin Diesel) desiste de sua aposentadoria quando Xiang, um guerreiro alfa mortal, coloca suas mãos em uma arma indestrutível chamada de “Caixa de Pandora”. Xander recruta os melhores soldados do mundo para destruir o vilão e paralelamente tem que enfrentar uma resistência formada por governos corruptos de todo o mundo.

RESIDENT EVIL 6: O CAPITULO FINAL

Sobrevivente do massacre zumbi, Alice (Milla Jovovich) retorna para onde o pesadelo começou, Raccoon City, onde a Umbrella Corporation reúne suas forças para um ataque final contra os remanescentes do apocalipse. Para vencer a dura batalha final e salvar a raça humana, a heroína recruta velhos e novos amigos.

A MÚMIA

Nas profundezas do deserto, uma antiga rainha (Sofia Boutella) cujo destino foi injustamente tirado está mumificada. Apesar de estar sepultada em sua cripta, ela desperta nos dias atuais. Com uma maldade acumulada ao longo dos anos, ela espelha terror desde as areais do Oriente Médio até os becos de Londres.

A CABANA

Um homem vive atormentado após perder a sua filha mais nova, cujo corpo nunca foi encontrado, mas sinais de que ela teria sido violentada e assassinada são encontrados em uma cabana nas montanhas. Anos depois da tragédia, ele recebe um chamado misterioso para retornar a esse local, onde ele vai receber uma lição de vida.

 

Bom é isso, ainda tem vários outros títulos ótimos que vem por aí, e aí? vamos assistir?

Comédias românticas que você não pode deixar de ver

Eu já disse que sou apaixonada por filmes ? Já né, uma centenas de vezes.

Então estou aqui para indicar algumas das comédias românticas que eu mais curti, acho que todas elas sempre tem alguma coisinha profunda para ensinar e fazer a gente repensar algumas coisas nessa vida e o humor é ótimo porque rimos bastante e as vezes é de algumas risadas que estamos precisando.

Juntos pelo Acaso (2010)

 

 

Holly Berenson (Katherine Heigl) e Eric Messer (Josh Duhamel) se conhecem, mas o primeiro encontro deles é um verdadeiro desastre. A única coisa que eles têm em comum é a paixão pela afilhada Sophie (Alexis Clagett/Brynn Clagett). Só que um acidente fatal deixou a menina órfã dos pais e a dupla foi escolhida para cuidar da pequenina. Obrigados a permanecerem juntos para cuidar dela, eles enfrentam as dificuldades típicas de quem passa a ser pai e mãe de uma hora para outra e começam a se entender melhor.

 

Minhas adoráveis ex namoradas (2009)

 

 

Connor Mead (Matthew McConaughey) é um fotógrafo de celebridades que coleciona ex-namoradas. Acreditando que a vida serve apenas para se divertir e namorar, Connor não entende como alguém pode ter um relacionamento duradouro. Quando seu irmão Paul (Breckin Meyer) se casa ele reencontra Jenny Perotti (Jennifer Garner), a única mulher pela qual realmente se envolveu. À noite ele recebe a visita do tio Wayne (Michael Douglas), um playboy dos anos 70, que lhe diz que receberá a visita dos fantasmas de três ex-namoradas. Através delas Connor percebe as falhas de seus relacionamentos anteriores.

 

A proposta (2009)

 

Margaret Tate (Sandra Bullock) é uma poderosa editora de livros, que se vê em apuros ao ser comunicada de sua deportação para o país-natal, o Canadá. Para evitar que isto ocorra ela declara estar noiva de Andrew Paxton (Ryan Reynolds), seu assistente. Perseguido por Margaret há anos, ele aceita participar da farsa mas impõe algumas condições.

 

A verdade nua e crua (2009)

 

Abby Richter (Katherine Heigl) é produtora de um programa de televisão competente e conservadora. Com os indíces de audiência caindo, seu chefe tem a ideia de contratar da concorrência Mike Chadway (Gerard Butler) do programa “A Verdade Nua e Crua”. Assim, de um hora para outra, a controladora e eterna romântica Abby se vê obrigada a aceitar como colaborador um cara machista, grosseiro e “especialista” em revelar o que  – realmente – atrai os homens nas mulheres. Com as relações amorosas em baixa, ela recorre aos “serviços do consultor” para conquistar o vizinho e o resultado obtido acabou sendo além do esperado.

 

Noivos por acaso (2013)

 

Josh (Shane McRae) e Molly (Aubrey Dollar) são amigos de infância, e num voo de volta para Chicago eles concordam em fingir um noivado para agradar o pai de Josh, que esta morrendo. Mas as coisas saem rapidamente de controle quando suas famílias barulhentas se envolvem no relacionamento. E uma série de eventos faz com que eles tenham que agir como um casal de verdade e começar a planejar o casamento.

 

De Repente 30 (2004)

 

Jenna Rink (Christa B. Allen) é uma garota que está descontente com sua própria idade, já que seus colegas mais populares da escola não lhe dão atenção, seus pais ficam sempre no seu pé e o garoto por quem está apaixonada nem sabe que ela existe. A única amizade que Jenna possui é Matt Flamhaff (Sean Marquette), seu vizinho. Para tentar reverter a situação Jenna decide por ter uma grande festa para o seu 13º aniversário, convidando todos os adolescentes que conhece. Porém o que deveria ser sua consagração se transforma num grande desastre, após Jenna ser trancada em um armário devido a uma brincadeira e ser completamente esquecida pelos demais presentes na festa. Triste, Jenna faz um pedido: virar adulta de repente, para ter a vida com que sempre sonhou. O pedido milagrosamente se torna realidade e, no dia seguinte, Jenna (Jennifer Garner) desperta em 2004 e com 30 anos de idade. De início Jenna fica assustada com as novidades de sua vida, mas aos poucos fica cada vez mais encantada por ter se tornado tudo aquilo que sempre sonhou ser. Porém, quando tenta reencontrar Matt (Mark Ruffalo), Jenna descobre que perdeu contato com ele há vários anos e que agora ele está prestes a se casar.

 

Bom gente espero que gostem, essas são umas das comédias românticas que mais gosto.

Bjos ❤

Filmes: Melhores lançamentos de 2017 Part. 01

Oi gente tudo bem com vocês? Espero que sim.

No post de hoje vou falar um pouquinho sobre alguns filmes que serão lançados nesse ano de 2017 e já estão fazendo a cabeça da galera, eu como sou uma amante de filmes, resolvi juntar todos ou quase todos os lançamentos mais esperados, espero que curtam, e me digam qual vocês estão mais ansiosos pra ver, peguem a pipoca e venham comigo.

page

VELOZES E FURIOSOS 8

Sinopse: Depois que Brian (Paul Walker) e Mia (Jordana Brewster) se aposentaram, e o resto da equipe foi exonerado, Dom (Vin Diesel) e Letty (Michelle Rodriguez) estão em lua de mel e levam uma vida pacata e completamente normal. Mas a adrenalina do passado acaba voltando com tudo quando uma mulher misteriosa (Charlize Theron) faz com que Dom retorne ao mundo do crime e da velocidade.

MULHER MARAVILHA

Sinopse: Treinada desde cedo para ser uma guerreira imbatível, Diana Prince (Gal Gadot) nunca saiu da paradisíaca ilha em que é reconhecida como princesa das Amazonas. Quando o piloto Steve Trevor (Chris Pine) se acidenta e cai numa praia do local, ela descobre que uma guerra sem precedentes está se espalhando pelo mundo e decide deixar seu lar certa de que pode parar o conflito. Lutando para acabar com todas as lutas, Diana percebe o alcance de seus poderes e sua verdadeira missão na Terra.

LOGAN

Sinopse: Logan (Hugh Jackman) nunca imaginou que sua última missão seria a mais difícil de todas. Mesmo tendo suas habilidades de cura diminuídas pouco a pouco, ele aceita o pedido do Professor Xavier (Patrick Stewart), para que proteja a jovem e poderosa Laura Kinney (Dafne Keen), a famosa X-23. Enquanto isso, o vilão Nathaniel Essex amplia seu projeto de destruição.

CINQUENTA TONS MAIS ESCUROS

Sinopse: Adaptação do segundo livro da trilogia de E. L. James iniciada em Cinquenta Tons de Cinza (2015). Incomodada com os hábitos e atitudes de Christian Grey (Jamie Dornan), Anastasia (Dakota Johnson) decide terminar o relacionamento e focar no desenvolvimento de sua carreira. O desejo, porém, fala mais alto e ela logo volta aos jogos sexuais do conturbado empresário.

A BELA E A FERA

Sinopse: Versão da animação A Bela e a Fera emlive action Moradora de uma pequena aldeia francesa, Bela (Emma Watson) tem o pai capturado pela Fera e decide entregar sua vida ao estranho ser em troca da liberdade do progenitor. No castelo ela conhece objetos mágicos e descobre que a Fera é na verdade um príncipe que precisa de amor para voltar à forma humana.

 

No próximo post irei colocar mais alguns dos filmes que estou louca para ver, 2017 promete muitas emoções nos cinemas, para todos os gostos.

Estou muito ansiosa para assistir esses filmes, e vocês? ❤

5 Filmes na Netflix – Part.01

Hello, amantes da locadora vermelha online. Resolvi criar uma categoria de filmes existentes na netflix que eu já vi e que gostei. Eu sei como é passar horas e mais horas procurando por algo lá e enfim, me solidarizo com a luta (drama). Não sei se vão gostar, mas é com carinho.

01- O fabuloso destino de Amélie Poulain

poul.jpeg

Um clássico. Se você ainda não viu está perdendo tempo (digo mesmo). É um filme sensível, onde você se encanta e aprende com Amélie e tem Paris como cenário. Gostei tanto do filme que se um dia tiver uma filha ela se chamará Luna Amélie (Luna não é do filme, mas enfim). Algumas lições para aprender com o filme:

Continuar lendo “5 Filmes na Netflix – Part.01”

Aqueles 99% é Matrix

A trilogia Matrix conquistou jovens em todo o mundo, cheia de efeitos especiais, ela veio na virada do século trazendo uma espécie de critica.
Uma aventura de ficção cientifica, onde a terra é totalmente dominada por maquinas dotadas de inteligencia artificial que passam a controlar a humanidade. A mente humana. É basicamente tudo uma mera ilusão? É, uma ilusão.
Em um dos diálogos de Matrix Neo questiona Morpheus.
Neo: O que é Matrix?
Morpheus: Você quer saber o que é Matrix? Matrix está em toda parte (…) é o mundo que acredita ser real para que não perceba a realidade.
Neo: Que verdade?
Morpheus: que você é um escravo, Neo. Como todo mundo, você nasceu em cativeiro. Nasceu em uma prisão que não pode ver,cheirar ou tocar. Uma prisão para a sua mente.

Filmes Nacionais para não deixar de ver

01- Romance (2008)

 

Romance é um daqueles filmes poéticos, bem sensível, que te deixa na vontade de viver um amor como o de Ana (Letícia Sabatella) e Pedro (Wagner Moura). Durante a montagem da peça Tristão e Isolda, os atores Pedro e Ana se apaixonam. Enquanto os personagens vivem um amor idealizado, seus intérpretes vivem uma história real, que tentam temperar com a intensidade da ficção. Ah, a direção musical é de Caetano Veloso. ❤

Continuar lendo “Filmes Nacionais para não deixar de ver”

Filmes para chorar

Heyy xentiiii!!!

Aqui eu vou listar alguns dos filmes que me fizeram chorar, e que se você for uma manteiga derretida como eu, você deve ter chorado também.

Bom se eu fosse colocar todos os filmes que já me fizeram “suar pelos olhos” haha, essa lista ia ficar grande demais.

Então resolvi que vou colocar os que me fizeram chorar pra caramba*, na ordem da “intensidade do choro” se é que vocês me entendem.

Vamos lá…

1º A CULPA É DAS ESTRELAS (2014)

Tinha que ser né… eu chorei demais nesse filme gentee.

Continuar lendo “Filmes para chorar”

Resenha da serie: Reign

Criado por Laurie McCarthy, Stephanie Sengupta (2013)
Com Adelaide Kane, Megan Follows, Celina Sinden e mais
País EUA
Gênero Drama, Histórico

Sinopse: A série conta a história de Mary Stuart, Rainha da Escócia e seu caminho até o poder, iniciando com sua chegada à França ainda na adolescência e seu noivado com o Príncipe Francis. Acompanhada de suas quatro melhores amigas, Mary precisa sobreviver às intrigas, inimigos e forças obscuras que tomam conta da corte francesa. O show é baseado na verdadeira história de Mary, que foi rainha da Escócia de 14 de Dezembro de 1542 a 24 de Julho de 1567, e, do seu período na França com o Príncipe Francis. Onde os dois se casam e Francis morre pouco tempo depois. 

 

Continuar lendo “Resenha da serie: Reign”

Filme: O Retrato de Dorian Gray

 

Estava procurando um filme legal como sempre hehe pra assistir na Netflix (minha locadora vermelha do coração) e ao passar o olho rapidamente vi o titulo “O retrato de Dorian Grey,” automaticamente fui levada a uma das minhas aulas de literatura inglesa da faculdade onde o professor estava trabalhando o autor Oscar Wild e lembro que ele trabalhou uma obra de mesmo nome e até nos contou a história, então me empolguei pra assistir o filme porque eu sabia que se dependesse do livro seria muito bom.

Então, nada mais justo que compartilhar com vocês a minha opinião sobre o filme e lembrando que eu ‘ainda’ não li o livro, okay?! Continuar lendo “Filme: O Retrato de Dorian Gray”

Resenha do Filme: ‘As Vantagens de Ser Invisível’

BASEADO NO LIVRO ACLAMADO PELA CRÍTICA

Hey pessoas queridas!

 Aqui estou novamente depois de um tempo sem postar, mas finalmente consegui um tempinho e inspiração para trazer para vocês uma resenha do filme ‘As vantagens de ser invisível’, que tem como titulo original: The Perks of Being a Wallflower.

Como esse é um blog de pessoas apaixonadas, digo  que assistir filmes é também uma das minhas paixões, principalmente quando são  adaptações de livros. Porém desta vez tem algo diferente, na maioria de filmes que assisto de adaptação eu li o (s) livro (s), só que eu não li   “As vantagens…”, mas  a vontade e pressa de assistir o filme, e outros livros que priorizei pra ler ajudaram nessa decisão.

Continuar lendo “Resenha do Filme: ‘As Vantagens de Ser Invisível’”

Filmes 2016

Hehey,povo!

Pelo que eu andei vendo na minha timeline do facebook vai ter muito filme em 2016 e o melhor, muito filme bom! Pensando nisso eu resolvi deixar vocês a par dos filmes que eu curti pra caramba os trailers e quando irão estrear nos cinemas.

Esquadrão suicida

 O filme da DC é sem duvidas o filme que mais espero. Jesus, o que foi esse trailer? haha Os piores/melhores vilões reunidos em uma missão e eu querendo ser tão diva como a Arlequina (never)! Além do mais o filme conta com uma porrada de ótimos atores e claro, a expectativa de saber como será o coringa interpretado pelo Jared Leto, dividindo opiniões já, porque o Heath Ledger fez um espetacular coringa. Minha opinião? Cara, o Leto vai sambar também. #QueenTocando ❤

Lançamento: 4 de agosto de 2016 (ainda) Continuar lendo “Filmes 2016”

Séries Favoritas

Minhas séries … Meus vícios… \o/

Bom gente há algum tempo eu tava querendo fazer um post falando pra vocês sobre as séries que assisto, e que eu sou apaixonada, quero dividir com vocês minhas paixões, afinal, cada um com seus vícios né. E um dos meus são séries, só quem acompanha muitas séries sabe o perrengue que é consiguir colocar todas em dia, porque  gente e a vida social?? haha

ai eu pergunto qual vida social??? kkk Bom espero que gostem e que se assistem também compartilhem conosco qual a preferida de vocês e quais voces assitem  para que eu possa dar uma olhadinha haha, porque série nunca é demais né gente.

THE VAMPIRE DIARIES

Desde 2009, atualmente está na sua 7º Temporada

Continuar lendo “Séries Favoritas”

Resenha: O preço do amanhã

 

  Minhas férias não estão com cara de férias, tenho estado muito ocupada, mas sempre que possivel eu entro na netflix pra assistir alguma coisa.
Assisti semana passada “o preço do amanhã” que originalmente se chama In time, não é uma estreia e tão pouco um filme novo.

Eu gosto de assistir lançamentos antigos, principalmente se me prender desde o inicio, foi isso que aconteceu neste filme que estreou em 2011.

O preço do amanhã é protagonizado por Justin Timberlake e Amanda Seyfiend, são dois atores que eu gosto de ver em cena e me surpreenderam neste longa com uma boa atuação e química. Continuar lendo “Resenha: O preço do amanhã”

Resenhas de filmes

 

DEUS NÃO ESTÁ MORTO (GOD’S NOT DEAD)

  Hey, eu sei que tenho estado ausente esses dias, mas tentarei voltar a ativa, eu e a Renata estamos muito felizes que novas pessoas tem acessado o blog e nossa página no Facebook, vocês nos inspiram ainda mais!

Bem, ontem eu finalmente assisti o filme “Deus não está morto” e por isso decidir fazer a resenha pra vocês. Sim. Eu sou cristã e acredito em um Deus vivo, essa é creio eu, a base da história. Será mesmo que existe um Deus e que ele nos criou, criou o universo e consequentemente nos protege, nos ouve? E quando sua fé é testada? O que aconteceria? É isso que acontece com Josh, um jovem que ao entrar na sua primeira aula de filosofia é instigado pelo professor ateu a escrever em uma folha a frase “Deus está morto” assim como todos os outros alunos do seu curso, mas como um jovem cristão ele se nega e é aí que o tema central abordado no filme começa a se moldar, provar que Deus existe. Desafiado pelo professor, Deus é posto em julgamento e os outros alunos terão que decidir se acreditam ou não na sua existência. Continuar lendo “Resenhas de filmes”

Resenha do filme: O silêncio de Melinda

 

lançamento: 2004 (1h 33min)
Direção:Jessica Sharzer
GêneroDrama
NacionalidadeEUA
SINOPSE: Melinda Sordino (Kristen Stewart) entra no ensino médio confusa, deprimida e solitária. Por ter acionado a polícia durante uma festa, ela é rejeitada pelos colegas. O que eles não sabem é que ela foi estuprada na ocasião. O trauma complica seu relacionamento com os pais e ela encontra apoio no professor de artes (Steve Zahn), enquanto tenta seguir adiante.

 

Heyhey Pessoas!

  Estou sem postar há alguns dias, mas estou aqui para dividir com vocês um pouco da história de Melinda, história essa que acabei de conhecer e me emocionei. É um verdadeiro soco no estômago.

  Primeiramente que o que me levou a ver este filme foi o fato dele ser estrelado por Kristen Stewart e não sei se vocês sabem, mas eu sou muito fã do trabalho dela. Antes que venha destilando seu preconceito ou desgosto. Longe de crepúsculo, Okay?

O silêncio de Melinda é um filme de 2004 e conta a história de uma pré-adolescente que foi estrupada e por isso vive assombrada, com medo e isolada de todo o resto. É como se ela vagasse no tempo, totalmente perdida em si mesma e pedindo socorro nas entre-linhas que aparentemente ninguém nota, ou está afim de notar.

  O filme da inicio com o primeiro dia de aula de Melinda no 1º ano do colegial e mostra como a vida dela mudou após aquela triste noite em uma festa onde ela acionou a polícia, o filme tem flashbacks que vão surgindo a medida que a situação cotidiana dela (o presente) vai levando ela de volta aquela noite. A noite em que um garoto mais velho a chamou para dançar, eles se beijaram e ele parecia apenas um cara legal, mas não foi bem assim que a noite acabou.

Continuar lendo “Resenha do filme: O silêncio de Melinda”