Uma carta de amor para Jesus Cristo

“Luz do mundo, Jesus é a luz do mundo”

Quero separar esse tempo só pra dizer o quanto eu amo Jesus Cristo, quero eternizar em palavras esse sentimento. Já faz uns dias, me peguei pensando em mil e uma coisas as quais não posso ignorar, a bênção da vida que me foi dada é uma delas. Pode soar tão bobo e ingênuo, mas só quem já teve encontro com ele, pode me entender. Quem é Jesus? Jesus é aquele que me ensinou a amar, amar acima de todas as coisas. Jesus é aquele que curou, que ensinou a importância da fé, pregou o perdão  e que deixou seu coração parar de bater para que o meu pudesse pulsar. Jesus, você é a luz do mundo e quando me pego observando a imensidão do céu e da terra, eu confio nas tuas promessas. Fui lavada pelo teu sangue e por isso, sou livre! É, eu sou livre do meu egoísmo e livre para poder fazer a diferença, livre de religiosidade porque tu és minha morada e tu és o espelho da verdade. Tu és o caminho, a verdade e a vida, tu. Livre pra andar entre os ímpios e falar da tua palavra, livre pra fazer de mim templo e, ainda assim, ser eu. Sempre eu, do meu jeito instruída por ti. E eu não me importo de soar careta, nem muito menos em exaltá-lo, o que eu quero é adorar-te em espírito e em verdade. E voltar pra ti é sempre a melhor coisa que eu faço. Porque o meu sangue ferve na tua presença, a minha alma sente a tua presença e o meu coração anseia por ti. E o mundo é tão grande, e eu sou tão pequena e me recuso a não acreditar, sei que existe. Sinto. E as estrelas, os oceanos, e os astros e os ventos, é tudo tão bonito que por isso se parece tanto com o criador, e renova a minha certeza. Acho que aquela letra da canção do Sozo pode sempre falar por mim “Como eu posso entender os caminhos do amor que tens por mim? Conheces tudo que há e vês beleza em mim, és tão bom” Obrigada. Obrigada por me tirar de dias escuros, por ter me dado o direito a vida e me agraciado com essas pequenas grandes coisas as quais na correria do dia a dia, não consigo agradecer. Somos tão significantes pra ti diante da vastidão do universo, somos agraciados com a simples noção do viver, nem notamos isso. E sim, existe uma multidão de sentimentos entre nós. Obrigada por me amar, eu também te amo.

“Brilhou o sol tão lindo e me aqueceu depois da chuva que me encharcou, eu te agradeço. Só te agradeço. Por toda graça que me deu, todo amor que ofereceu.”

Com amor, Maby.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s