Como poderia ter sido?

Volta e meia, me pego pensando em coisas que não deveria. porque a gente nunca aceita não saber como teria sido?
o medo de sentir uma saudade eterna, uma falta de algo, de alguém… são tantos os pensamentos que corrompem o nosso interior e vai nos definhando aos pouquinhos.
sabe aquela sensação de andar pela cidade e encontrar os mesmos rostos, gostos e dissabores? aquela sensação de temer não vivenciar experiências que julga serem essenciais? é um medo, uma insegurança boba. é verdade, às vezes a vontade que dá é de chutar o balde, se conformar, ser um eu em pedaços desabando na velocidade da luz. e então,  eu me vejo agarrando os meus óculos sobre o criado mudo, lá pela manhã, os raios de sol entrando aos pouquinhos no meu quarto e quando ouso a olhar-me no espelho, estou ali tentando mais uma vez, fazendo centenas de planos, traçando uma lista infindável de metas e pensando nas pessoas que quero sempre comigo, bem perto.
não tem como, por mais que eu nunca saiba como teria sido se a gente tivesse dado certo com todos aqueles planos que fizemos juntos e ver agora que eles se desmancharam como nuvens de algodão num céu nublado, mesmo que eu nunca saiba como teria sido se eu não tivesse rejeitado aquele emprego com tanta autonomia só pra ganhar  experiência numa empresa mais renomada, mesmo que eu nunca saiba como teria sido se eu não abandonasse meu lar para ir em busca dos meus sonhos que até agora não se concluíram, mesmo que…
são tantos os “e se?”, são tantos os “como seria?” que a gente engole da vida como uma criança pequena que não quer tomar um remédio, quer saber?
a gente sempre vai ter que abrir mão de algo, ou algo sempre vai abrir mão da gente, e ninguém pode morrer por isso, mesmo querendo. não é pra ser assim, é pra ser ousado. “toda escolha requer ousadia”, então os ‘e se?’ são mais fortes do que pensamos, atravessamos eles com a consciência de que poderia ter dado certo, mega certo, mas ousamos deixar ele lá quietinho, longe e ir atrás de outra escolha, ou do nosso destino.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s