Resenha: O preço do amanhã

 

  Minhas férias não estão com cara de férias, tenho estado muito ocupada, mas sempre que possivel eu entro na netflix pra assistir alguma coisa.
Assisti semana passada “o preço do amanhã” que originalmente se chama In time, não é uma estreia e tão pouco um filme novo.

Eu gosto de assistir lançamentos antigos, principalmente se me prender desde o inicio, foi isso que aconteceu neste filme que estreou em 2011.

O preço do amanhã é protagonizado por Justin Timberlake e Amanda Seyfiend, são dois atores que eu gosto de ver em cena e me surpreenderam neste longa com uma boa atuação e química.

A história é basicamente um tipo de ficção cientifica distopica onde a moeda é o “tempo”, não existe dinheiro, ou melhor, existe e é o tempo. hshs

As pessoas nascem com um relogio zerado em seu braço e aos 25 anos elas param de envelhecer e o seus relógios começam a contar, ganham um ano do governo, mas para as pessoas do gueto como Will Salas (Justin Timberlake) mal da pra viver, eles tem contas para pagar e as taxas parecem sempre aumentar. ( o que de fato é uma estrategia do governo)

 As pessoas de new Greenwich são os “ricos” a maioria politicos e é la onde mora Silvia Weis (Amanda Seyfiend) a filha de um importante empresário que empresta aos pobres “tempo” com juros, Will salas os conhece após ganhar de um homem 1 século e ir até new Greenwich buscando vingança, tentando destruir esse sistema.

Um filme que faz uma dura crítica ao governo e até mesmo ao ego das pessoas. Onde os ricos podem até serem imortais enquanto para isso pessoas pobres morrem todos os dias no gueto.

Aí vai minhas frases prediletas:

“O relógio não é bom pra ninguém. Os pobres morrem e os ricos não vivem. Podemos ser eternos desde que não façamos algo inconsequente.” __Silvia Weis

 

“É roubo roubar o que já foi roubado?” __Will Salas

 

“Dá pra fazer muita coisa em um dia.” __Will Salas

 

“Chega um dia que você cansa.

Sua mente fica gasta, mesmmo que seu corpo não fique. E queremos morrer. Precisamos morrer.” __Henry Hamilton

 

“Eu poderia dizer seu dinheiro ou sua vida, mas como o seu dinheiro é sua vida…” __Will Salas

 Então, é isso! Eu espero que tenham ganhado interesse para assisti-lo, é um filme recheado de acção e uma pitada de romance hahaha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s